Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Biblioteca - Consegui a vaga? [Livre]
Ter Jun 11, 2013 2:46 pm por felipefalcon

» O festival das cerejeiras.
Seg Abr 15, 2013 5:18 pm por Darkaos

» Grande Evento em Aōba.
Dom Mar 24, 2013 1:44 am por Darkaos

» Cerimônia de abertura de aulas de 2013
Sab Mar 23, 2013 2:44 pm por Ryou Misaki

» (Clube de Kendô) O novo sensei (Trevor, Ryou, Nex)
Sab Mar 23, 2013 2:19 pm por Ammy

» Passos na areia (dupla)
Qui Mar 21, 2013 6:01 pm por Douglas Alves

» (Clube de Artes) O Quadro (Ryou, Chouko)
Seg Mar 18, 2013 1:14 pm por Ryou Misaki

» Retorno das aulas em 2013
Dom Mar 17, 2013 11:31 pm por Ammy

» Arrumando a papelada
Dom Mar 17, 2013 9:01 pm por GpI_NEKO

Clima este Mês

Naniwa entra no período de primavera a partir do dia 20. O tempo é fresco e ainda ocasionalmente frio. Chuvas tendem a serem rápidas e deixarem alguma névoa caso ocorram nas primeiras horas da manhã.
Novembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Staff do Fórum
Nosso botão
HTML Online Editor Sample

88x31
124x64
Parceiros



Companheirismo e Convivência

Ir em baixo

Companheirismo e Convivência

Mensagem por Ammy em Qua Nov 28, 2012 6:36 am

Este é um guia escrito por Delvar Ironfirst, em um antigo blog que infelizmente foi desativado. Todos os créditos pelo texto vão para o autor original.



"Amigos, amigos. Negócios a parte!"
- Gnomo Caolho

A coisa mais comum do mundo é aquela sessão onde um punhado de aventureiros se reúnem
por motivo algum além de aventurar-se e saem por aí quebrando o pau. Certamente isso é mais divertido que bater em kobold cego, mas a pergunta é: por que parar por aí?

Muito do drama da narrativa vêm dos laços formados entre as personagens, contribuindo assim para a diversão do jogo. É por isso que dedico uma seção do meu guia a construção, manutenção e natureza desses laços. Espero que a partir de agora você aproveite uma dica ou duas, ou até mude o seu ponto de vista sobre:

Companheirismo e Convivência

1. Agradeça pela ajuda em combate

muitas vezes estamos tão empolgados com o calor da batalha que esquecemos que são nossos pescoços que estão em ameaça. Por isso, dê mais valor aquele ataque decisivo, aquela magia oportuna, aquela cura necessária! Principalmente quando vier de um desconhecido que você acaba de conhecer e arrisca a vida junto com você. Em termos práticos, anote momentos durante a sessão que algum outro PC lhe ajudou e retribua essa ajuda, naforma de reconhecimento ("você é o cara, valeu!") ou em outras formas mais concretas. O que importa é que essa interação pós-batalha vai enriquecer a relação entre as personagens.

2. Relembre situações difíceis nos momentos de repouso

se você for o "bardo" do time não preciso nem falar, mas mesmo que não seja vale a pena pensar sobre isso. Compartilhar histórias tem tudo a ver com formarlaços, relembrá-las é celebrar a existência deles. Tente ligar o que está acontecendo agora na aventura com o que suas personagens vivenciaram anteriormente - "cara, você se lembra quando invadimos a tumba do dracolych?". Se vocês estiverem num ambiente informal então não precisa nem de que tenha um link, a bebida, a comida e a descontração já são suficientes para se gabar de feitos, lembrar situações dramáticas e impressionar a clientela.

3. Reclame por deslizes

se a ajuda oportuna vinda de um estranho é motivo para grande consideração, com o estreitar das relações o jogo se inverte. É muito mais fácil tolerar o erro alheio quando esse alheio é um estranho. Por isso, lembre dos deslizes cometidos pelos seus companheiros mais próximos - ou não, se sua personagem for daqueles tipos que reclamam de qualquer um - e use isso em momentos de roleplay. Pode ser desde uma bronca mesmo - "@#$&, fulaninho, eu disse pra pegar o flanco do inimigo e não dar uma carga!", até, dependendo do deslize, utilizar em outras situações como a de "Guardar mágoas/afeições". Agora lembrem-se pessoal, estamos falando de roleplay, não confundir interação in-game com off-game!

4. Questione as motivações dos seus companheiros

mesmo com anos aventurando-se juntos, aventureiros tendem a ser criaturas bemindividualistas que só se reúnem para conversar sobre os "finalmentes".Principalmente quando seus jogadores estão mais preocupados com "ganhar" do que vivenciarem suas personagens. Ora, nada mais comum entre pessoas que convivem do que a boa e velha DR - e não estou falando de redução de dano! Discutir o relacionamento é essencial para haver confiança, por isso, questione seus companheiros, procure entender o que se passa na cabeça deles, o motivo pelo qual eles arriscam a vida junto com você. Aquela fogueira sob o céu estrelado é uma boa hora para se encaixar um "por que..." e começar a pensar sobre a vida...

5. Tente impor seu ponto de vista

é comum, numa mesa onde os jogadores não se conhecem, que eles assumam umperfil diplomático de ser, onde nunca faz questão de nada. Isso é o quecausa em muitas sessões uma estagnação mais entediante que bater em kobold cego! Ninguém tem coragem de quebrar os ovos e fazer a gemada, se é que me entendem. Isso também acontece em jogadores que já tem familiaridade uns com os outros mas que não conseguem separar a personagem de si mesmo, e fica parecendo que a intolerância da personagem é a do jogador. Nada disso, reflita sobre como sua personagemé e em que situações ela tende a assumir a liderança, nos pontos em que elanão abre mão. Vá por mim, enquanto discutir de verdade é uma chatice, interpretar um bate-boca pode ser uma experiência divertida.

6. Aceite um ponto de vista aparentemente errado (use outras motivações)

uma das características do jogador "eficiente" é que ele acha que todas as ações devem ser ótimas de acordo com o seu critério. Mas como esse guia ésobre roleplay e os prazeres envolvidos nisso, não vou nem mencionar aqui de como esse tipo de atitude estagna o jogo. Vamos focar na
diversão que há em abrir mão de algo, sim, pode não parecer, mas ceder édivertido também! Usar outras motivações além da racional para permitirque a narrativa siga determinados cursos será um troféu para a sua personagem em termos de vida interna. Por exemplo: seguir o caminho maisperigoso porque é a opinião do PC que sua personagem admira; Acreditar que o NPC bondosoé o vilão por que o bardo fez um discurso inflamado sobre isso; Deixar a espada +5 com o sujeito mais fraco do grupo, porque afinal, era do irmão morto dele e tem valor sentimental.



Hideyoshi Chouko CS: 0
avatar
Ammy
Admin
Admin

1a Personagem Hideyoshi Chouko (Link)
Escorpião Macaco
Mensagens : 228
Pontos de Criação: : 11747
Reputação: : 12
Data de inscrição : 02/09/2012
Idade : 26

Ver perfil do usuário http://oportal.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum