Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Biblioteca - Consegui a vaga? [Livre]
Ter Jun 11, 2013 2:46 pm por felipefalcon

» O festival das cerejeiras.
Seg Abr 15, 2013 5:18 pm por Darkaos

» Grande Evento em Aōba.
Dom Mar 24, 2013 1:44 am por Darkaos

» Cerimônia de abertura de aulas de 2013
Sab Mar 23, 2013 2:44 pm por Ryou Misaki

» (Clube de Kendô) O novo sensei (Trevor, Ryou, Nex)
Sab Mar 23, 2013 2:19 pm por Ammy

» Passos na areia (dupla)
Qui Mar 21, 2013 6:01 pm por Douglas Alves

» (Clube de Artes) O Quadro (Ryou, Chouko)
Seg Mar 18, 2013 1:14 pm por Ryou Misaki

» Retorno das aulas em 2013
Dom Mar 17, 2013 11:31 pm por Ammy

» Arrumando a papelada
Dom Mar 17, 2013 9:01 pm por GpI_NEKO

Clima este Mês

Naniwa entra no período de primavera a partir do dia 20. O tempo é fresco e ainda ocasionalmente frio. Chuvas tendem a serem rápidas e deixarem alguma névoa caso ocorram nas primeiras horas da manhã.
Novembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Staff do Fórum
Nosso botão
HTML Online Editor Sample

88x31
124x64
Parceiros



Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Ir em baixo

Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Ammy em Sab Nov 03, 2012 12:00 am

"Fiiiiu..."
Um risco brilhante subiu em direção aos céus
"...Pou." Chou imitava com a boca o som dos fogos de artifício à medida que eles subiam em direção aos céus.

Ela estava próximo do início do portal dos céus, a grande ponte que cortava Naniwa ao meio. Ali, observando ao longe as pessoas comprando souvenires nas bancas ao longe, lá em cima próximo à rua. Ela se sentou com calma em uma rocha muitos metros abaixo, quase escondida sob a ponte.
Ninguém vinha ali. Não normalmente, pelo menos. Era necessário descer um barranco íngreme para chegar até a rocha lá embaixo, muito próxima ao grande rio. Ela também tinha a impressão que a segurança do evento não ia gostar. Mas bem, era para isso que serviam as roupas escuras na noite. Enquanto ninguém dissesse que ela não podia estar ali, ela estaria bem.
Além disso, ela queria aproveitar. Não é todo o dia que se tem um show de fogos de artifício dessa magnitude. Nenhuma cidade completa 150 anos toda hora.
"Fizz"
O som característico de uma lata de refrigerante se abrindo. Chá gelado, no caso.
"... Incrível. Como será que eles põe tantas cores diferentes nos fogos... Ah... Um azul... ... ...Wooh, enorme!" ela ergueu o queixo para observar uma explosão particularmente grande acima dela. Ela sorriu e levantou as mãos, observando como as cores dos fogos se refletiam em sua pele. O som da água do rio passando próximo à ela...
Chou deitou-se na pedra e permaneceu ali, imóvel, observando o céu se enfeitando com hefêmerasestrelas artificiais .
... Heh. Valeu a pena... Aguentar tanta coisa para ver isso...
Ela sentiu a ponta do seu sorriso descer um milímetro.
Mas logo uma nova explosão subiu acima dela. E o sorriso dela subiu de novo.
Click*
Uma pedra estalou em algum lugar próximo...
E ela viu alguém se movendo barranco abaixo.
Fora vista?
Ela se pôs de cócoras atrás da pedra e ficou em silêncio, imóvel... Se fosse hostil...



Hideyoshi Chouko CS: 0
avatar
Ammy
Admin
Admin

1a Personagem Hideyoshi Chouko (Link)
Escorpião Macaco
Mensagens : 228
Pontos de Criação: : 11747
Reputação: : 12
Data de inscrição : 02/09/2012
Idade : 26

Ver perfil do usuário http://oportal.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Darkaos em Sab Nov 03, 2012 12:20 am

Correr entre as pedras da beira do rio que cortava a cidade não era lá grande coisa para quem já havia fugido de grupos de trombadinhas e policiais entre as ruelas do brooklyn, Trevor estava animado com a comemoração doa 150 anos da cidade, havia vestido sua roupa especial para isso, o couro do colete reluzia pouco a luz dos fogos de artifício e a calça e coturnos o faziam ser quase invisível naquela paisagem, seu amigo havia furado o evento com ele então para não passar a noite tão especial sozinho no apartamento ou ajudando o chefe com estoque de bebidas resolveu ir sozinho mesmo.
"Nossa, mas é incrível mesmo essa ponte, claro que não chega a ser igual a do Brooklyn mas ainda sim é muito enfeitada e luminosa, e esses fogos então, deixa tudo muito mais...Ai" enquanto pensava alto o garoto tão distraído olhando para cima ao correr tropeça em uma pedra a chutando para outra parte da margem "Droga...eu não posso fazer muito barulho, se algum daqueles policiais tiver a péssima ideia de vir aqui eu vou estar ferrado, e meu grande plano de ver os fogos vai por água baixo." ele se recompõe e continua a corre agora mais atento com as pedras menores até que ele tem uma leve impressão de ser observado, mas FIIuu...POW, outro fogo de artificio o toma a atenção, o vermelho e laranja iluminam todo o céu "Nossa esse foi grande, melhor me apressar ou vou perder todo o evento" ele se esquece da impressão e segue caminho em direção a base da ponte com o impeto de evitar os policiais por debaixo dela.
avatar
Darkaos
Cabo
Cabo

1a Personagem Hazegawa Trevor - Link
Virgem Porco
Mensagens : 92
Pontos de Criação: : 11272
Reputação: : 1
Data de inscrição : 31/10/2012
Idade : 23
Localização : Brasil-MA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Ammy em Sab Nov 03, 2012 7:28 pm

Chou observou a figura se aproximando lentamente. Ela parou por um momento enquanto olhava para o chão incomodada com alguma coisa que ela não conseguia enxergar dali. A garota permaneceu observando, quieta, enquanto o desconhecido voltou a erguer o rosto e andar em sua direção. Ela sentiu um frio gelado em sua espinha. Droga, me dá arrepios quando não consigo ver o rosto dos outros.

Hideyoshi olhou para os seus próprios pés, estudando o formato do piso irregular.
Muito... ela deslizou lentamente o sapato para um lado, contornando a rocha até uma posição mais obscurecida pelas sombras ...devagar... agradecendo mentalmente ao barulho dos fogos e o som de trânsito pelas ruas acima que abafavam um pouco o som de atrito de seus solados contra a pedra. Ela continuou a observar o vulto. Da distância em que ela estava agora ela podia discernir algumas coisas. Era um homem. Mais ou menos da mesma altura que ela. Provavelmente jovem... E estava de casaco. Ele não parecia estar tentando se esconder de seu campo de visão mesmo estando muito próximo agora...
Seria possível... Ele realmente não havia notado que ela estava ali?

Uma súbita explosão de luz gigantesca floreou o céu com um tom escarlate, seguindo o ritmo da música animada que preenchia o ambiente. O garoto em frente à ela virou-se por um momento para observar o céu que iluminava toda a cena.
Um ligeiro reflexo de dourado em um par de olhos incomuns.

"...Você... Eu vi você lá na Kadokawa hoje de manhã..." ela estreitou os olhos, tentando confirmar os detalhes à medida que ele terminava de se aproximar. Ela tentou somar as probabilidades de encontrar a mesma pessoa duas vezes no mesmo dia sem combinar, sendo a segunda vez em um lugar bastante escuro e possivelmente proibido ao público em geral.

O resultado da equação em sua cabeça deu '-0'.

Ela observou ele arrumando um lugar para se acomodar em enquanto procurava uma maneira de perguntar porque ele estava ali, entre todos os outros lugares seguros e legais ('legais', no sentido de 'aceitos por lei') em que ele poderia estar.

*trill*... Clang!
O som do casaco dele batendo contra a latinha que ela havia esquecido próxima à pedra. O próximo foi inevitável. Ele se moveu em direção ao som e a viu ali, abaixada, apenas um par de olhos vívidos saindo de dentro do capuz de um casaco negro e felpudo.

"...Bu" Ela falou em uma voz monotom, para quebrar o gelo. E para não matar o garoto de pânico pensando que se tratava de assaltante escondido, um stalker ou algo do pior.



Hideyoshi Chouko CS: 0
avatar
Ammy
Admin
Admin

1a Personagem Hideyoshi Chouko (Link)
Escorpião Macaco
Mensagens : 228
Pontos de Criação: : 11747
Reputação: : 12
Data de inscrição : 02/09/2012
Idade : 26

Ver perfil do usuário http://oportal.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Darkaos em Sab Nov 03, 2012 9:45 pm

Trevor ao avistar aquela garota alí abaixada como que querendo atacar a alguém, lembrava mais um soldado em trincheira, ainda mais com aquele tom de voz monótono e linear que a deixava séria como um garoto.
"Huumm...Oi, oque você está fazendo ai de cocoras, pretendia assustar alguém ou veio só ver os fogos também?"
Sem muita certeza de quem era vendo nada além do brilho azulado de dois olhos e uma voz feminina muito empática, ele não reconheceu que era sua colega de colégio Hideyoshi-san, os fogos estupidamente para atrapalhar a visão haviam cessado naquele momento, bagunçando mais um pouco o cabelo com a mão direita ele se levanta e fica em pé na pedra onde a garota se escondia, olha para ela e fala como que ignorando um pouco a situação em que se encontrava.
"Olha...Não sei direito quem é você, mas se veio para ver os fogos também então vem comigo, meu amigo furou em vir nesse evento, ele falou que ia fazer um tal serviço pra os "conhecidos" dele e eu tive que vir sozinho, você vem gracinha?" De repente outro fogo de artifício estoura, branco como uma lampada fluorescente, uma chuva de prata que dura o suficiente para o garoto tomar consciência de com quem ele tava falando "Você...Droga...ferrou"
avatar
Darkaos
Cabo
Cabo

1a Personagem Hazegawa Trevor - Link
Virgem Porco
Mensagens : 92
Pontos de Criação: : 11272
Reputação: : 1
Data de inscrição : 31/10/2012
Idade : 23
Localização : Brasil-MA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Ammy em Sab Nov 03, 2012 10:52 pm

O garoto olhou para ela com uma expressão de surpresa e então, curiosidade. Um sorriso começando a se espalhar lentamente pelos cantos da boca enquanto se recuperava do susto.
"Huumm...Oi, oque você está fazendo ai de cocoras, pretendia assustar alguém ou veio só ver os fogos também?"
...Porque eu não posso passar pela segurança do evento com o que eu tenho nos bolsos.
Ela pensou consigo mesma, revirando os olhos. Chou abre a boca para responder que ela simplesmente havia ido ali para poder assistir ao show em paz, mas é cortada pelo garoto mechendo no cabelo de uma maneira estranha. Ele está arrepiando os fios de propósito? o jovem à frente dela se põe de pé e começa a falar em um tom de voz... Alterado. Parecia que ele estava cuidadosamente medindo cada sílaba de propósito. Desconfiada, ela sentiu uma das sobrancelhas tremer por um segundo.

"Olha...Não sei direito quem é você, mas se veio para ver os fogos também então vem comigo."

... Eu devia estar surpresa... Ou devia começar a correr na direção oposta? ela se perguntou mentalmente.

Para Chou, é como se o kouhai tivesse envelhecido pelo menos uns três anos de uma hora pra outra e resolvesse começar uma de locutor de rádio novela. Um locutor novato, mas que seja. Ela jurou que ele até havia dado um pigarro no início do discurso. Mas talvez fosse só impressão...
"Meu amigo furou em vir nesse evento, ele falou que ia fazer um tal serviço pra os "conhecidos" dele e eu tive que vir sozinho..." ele coçou a cabeça por um momento e gesticulou com as mãos em um sinal de desapontamento.
"..."
"...você vem gracinha?" Ele falou em um tom bastante sugestivo, olhando para ela de esguelha.
Chou sentiu um músculo tremer em sua testa.
Lentamente, ela se pôs em pé, agora completamente ignorando o barulho que as pedras faziam abaixo dela. Quem se importa? O garoto em frente à ela pareceu reagir fazendo uma expressão de... Alívio? Interesse? Alegria? Ela não tinha muita certeza. Seu cérebro não estava registrando qualquer coisa sobre os arredores muito bem. Até o som dos fogos pareciam estar abafados dentro da sua cabeça, como se vindo de muito... Longe... Ela sentiu apenas quando uma mudança brusca de luz surgiu pouco acima dos dois, iluminando a margem do rio.
O garoto congelou.
"Você..."
Chouko permaneceu parada no mesmo lugar. Ela não sabia descrever qual seria a expressão do seu rosto agora.
Ela só sabia dizer que quando os músculos da testa dela estavam duros como estavam agora, ela tinha a tendência de fazer as pessoas se encolherem.

Oh certo. Talvez da próxima vez, ela peça para alguém tirar uma foto.

"Então..." ela deu um passo à frente. O ruído de pedras soando incomodamente alto em sua cabeça. "Na confusão de hoje cedo... " ela forçou um sorriso presunçoso "...Eu esqueci de perguntar o seu nome." ela viu um canto da boca dele se erguer com alguma esperança. (espaço para você inserir uma interpretação com o Trevor à cena. Invente o que quiser, desde que termine na cena abaixo.)

"...Uhum." ela falou animadamente. "Oh? Não haja tão surpreso. Eu gosto de lembrar dos nomes das pessoa que eu conheço..." a voz dela desceu um segundo e então, subitamente caiu ao tom monotom de anteriormente.
"... Para futura referência."

Chouko estalou os dedos enquanto caminhava.



Hideyoshi Chouko CS: 0
avatar
Ammy
Admin
Admin

1a Personagem Hideyoshi Chouko (Link)
Escorpião Macaco
Mensagens : 228
Pontos de Criação: : 11747
Reputação: : 12
Data de inscrição : 02/09/2012
Idade : 26

Ver perfil do usuário http://oportal.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Darkaos em Sab Nov 03, 2012 11:43 pm

Trevor ao ver e reconhecer quem era se sentiu terrivelmente frio, oque era raríssimo para alguém que anda mesmo que perto do inverno japones trajando nada além de uma calça jeans e um colete de couro sem mngas e aberto até a altura do estomago, ele vendo ser a mesma garota da manhã da perseguição se desequilibra e cai da pedra onde estava.
Sentado no chão vê ela se aproximar até ele andando e com o mesmo mono tom de sempre porém com uma expressão estranha no andar, parecia querer o intimidar e se isso fosse estava conseguindo.
"Na confusão de ontem...eu esqueci de perguntar o seu nome." disse ela ao andar em sua direção.
"Hideyoshi-senpai...eu...eu não sabia que era você, se soubesse teria me apresentado direito, ou teria ao menos falado mais respeitosamente com você", falava ele se arrastando para trás e se levantando para poder tentar ao menos se apresentar como devia, o pânico agora um pouco mais disfarçado ao estar de pé o ajudou pouco a falar.
"Me...me chamo Hazegawa Trevor, sou um aluno novo na academia, vou cursar o segundo ano como bolsista...mas por ue perguntar o meu nome assim de primeira achei que o que foce estranhar mais é eu estar aqui a essa hora com o policiamento todo que esta tendo."
Ao ouvi-la falar sobre nome em referencia ele engole em seco e se amedronta um pouco mais já pensando "E agora...se eu brigar com ela é possível que vença mas não posso causar danos a uma aluna da academia, ainda mais uma tão famosa, minha bolsa iria pro brejo se algo assim vazasse pra diretora, além de que o barulho da briga traria os policiais...ai ai e agora oque que eu faço?"
avatar
Darkaos
Cabo
Cabo

1a Personagem Hazegawa Trevor - Link
Virgem Porco
Mensagens : 92
Pontos de Criação: : 11272
Reputação: : 1
Data de inscrição : 31/10/2012
Idade : 23
Localização : Brasil-MA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Ammy em Dom Nov 04, 2012 6:34 pm

Dica: Está tudo bem em inserir frases e ações dos seus personagens em meio ao texto dos outros desde que você mantenha o fluxo da história. Também, eu vou adicionar sempre um sinal de "--" em alguns lugares, para que você saiba que eu preciso que você adicionar coisas suas à cena. Quando eu faço uma pergunta ao seu personagem, por exemplo.



O garoto deu um passo para trás e tropeçou em uma rocha. Era como se Chou estivesse erguido um campo de força invisível ao seu redor e ele estivesse sendo empurrado para trás... Ela apenas seguiu andando.
"Hideyoshi-senpai...eu...eu não sabia que era você, se
soubesse teria me apresentado direito, ou teria ao menos falado mais
respeitosamente com você"
, falava ele se arrastando para trás e
se levantando. Esta em pé novamente pareceu deixar ele um pouco mais confiante.
"... Yep. Engraçado... Eu geralmente tenho esse efeito nas pessoas." ela desacelerou um momento, sentindo-se levemente entretida com a situação toda. "... Então?"
Ele engoliu em seco e pôs um pouco mais de firmeza na voz.
"Me...Me chamo Hazegawa Trevor, sou um aluno novo na
academia, vou cursar o segundo ano como bolsista..." ele fez uma pausa "...Mas, por quê perguntar o meu nome assim de primeira achei que o que foce estranhar mais é eu
estar aqui a essa hora com o policiamento todo que esta tendo..."

"... Para futura referência."
Ela deu um passo na direção do garoto. Ele parecia estar confuso, pensando em algo, então ela tomou a oportunidade para se aproximar. Ele institivamente contornou-a para evitar ser encurralado contra a parede.
"... Você não me reconheceu." Não era uma pergunta, mas ele respondeu mesmo assim outra vez."--"

Ela continuou andando à medida que ele tentava se explicar, como um predador contornando um alvo. Ao final do discurso ela parou, avaliando-o com cautela.

Chouko apenas soltou um suspiro e levou uma mão ao bolso. Ela puxou o celular, cuja a tela havia se iluminado, e o abriu com um estalido. Ela leu as primeiras duas linhas, franziu a testa, e continuou falando sem olhar para ele.
"... Tudo bem. Eu vou te dar um voto de confiança. Dessa vez." ela fechou a tela. "Permita-me te dar um conselho..." e desviou os olhos antes de voltar a encará-lo. "Não seja visto muito comigo. Aliás, me erre, se possível..."

Desconfortável com o rumo da conversa, ela apertou a ponte do nariz e fechou os olhos. Jogando o pescoço para trás ela voltou a abrir os olhos para observar os fogos mais uma vez, respirando fundo.
"Não... Isso soou errado. Não me entenda mal." ela prosseguiu olhando as explosões "É só que se você andar ao meu redor, você estará arriscando o seu pescoço... Olha *riso* pessoas normais não curtem serem perseguidas por sujeitos com marretas." ela cruzou os braços e passou por ele Entendeu? E aqueles são os burros que resolvem me procurar na escola... Há coisas maiores espreitando pela cidade.
*tlec...**tlec...*

Ela levantou um braço, andando ao longe, e acenou para ele sem olhar para trás.
"Me faça esse favor, okay? Eu não quero descobrir que alguém morreu por minha causa. Mantenha-se longe de mim até que os sujeitos que estiveram lá aquele dia esqueçam da sua cara. Aliás, o ideal seria que você me ignorasse. Fuja. Ninguém da escola vai estranhar se te ver me ignorando. É o que todo mundo faz, afinal de contas."
*tlec...**tlec...*
"..."

*tlec* Ela virou os calcanhares e se virou para trás um momento.
"...E treine essas suas cantadas direito antes de usá-las." ela balançou a cabeça "Francamente..."

Ela deu mais alguns pares de passos para a sombra do barranco que subia até a avenida. Apenas o ponto brilhante que era o celular que ela acabara de puxar do bolso outra vez indicando sua posição, alguns metros à frente. Ela parecia estar falando com alguém...

A tampa fechou com um estalido e qualquer rastro de sua presença ali foi engolido pelas sombras.


/Chou deixou o tópico/



(OFF) Você pode terminar a cena como quiser. Inclusive continuar mais um pedaço após a saída de Chou. =D Não se esqueça de 'deixar o tópico' e incluir a mensagem 'tópico fechado' para que todos saibam que esta parte da história foi concluída.

Até a próxima vez em outro lugar...!
Ammy


Última edição por Ammy em Seg Nov 05, 2012 2:33 pm, editado 1 vez(es)



Hideyoshi Chouko CS: 0
avatar
Ammy
Admin
Admin

1a Personagem Hideyoshi Chouko (Link)
Escorpião Macaco
Mensagens : 228
Pontos de Criação: : 11747
Reputação: : 12
Data de inscrição : 02/09/2012
Idade : 26

Ver perfil do usuário http://oportal.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Darkaos em Dom Nov 04, 2012 11:59 pm

Ela deu um passo na direção do garoto. Ele parecia estar confuso, pensando em algo, então ela tomou a oportunidade para se aproximar. Ele institivamente contornou-a para evitar ser encurralado contra a parede.
"... Você não me reconheceu." Não era uma pergunta, mas ele respondeu mesmo assim outra vez.

"Oras é que...bem...está escuro sabe...e você com o rosto coberto desse jeito e...ainda por cima abaixada ficaria difícil reconhecer qualquer um"

Ela continuou andando à medida que ele tentava se explicar, como um predador contornando um alvo. Ao final do discurso ela parou, avaliando-o com cautela.

Chouko apenas soltou um suspiro e levou uma mão ao bolso. Ela puxou o celular, cuja a tela havia se iluminado, e o abriu com um estalido. Ela leu as primeiras duas linhas, franziu a testa, e continuou falando sem olhar para ele.
"... Tudo bem. Eu vou te dar um voto de confiança. Dessa vez." ela fechou a tela. "Permita-me te dar um conselho..." e desviou os olhos antes de voltar a encará-lo. "Não seja visto muito comigo. Aliás, me erre, se possível..."

Desconfortável com o rumo da conversa, ela apertou a ponte do nariz e fechou os olhos. Jogando o pescoço para trás ela voltou a abrir os olhos para observar os fogos mais uma vez, respirando fundo.
"Não... Isso soou errado. Não me entenda mal." ela prosseguiu olhando as explosões "É só que se você andar ao meu redor, você estará arriscando o seu pescoço... Olha *riso* pessoas normais não curtem serem perseguidas por sujeitos com marretas." ela cruzou os braços e passou por ele Entendeu? E aqueles são os burros que resolvem me procurar na escola... Há coisas maiores espreitando pela cidade.
*tlec...**tlec...*

O garoto a estranha ainda mais percebendo que ela era mais profunda e complicada do que pensava, não gostava de pessoas que se sentiam a mais que os outros em alguma coisa, mas aquele não parecia um bom momento para responder com desaforos.

Ela levantou um braço, andando ao longe, e acenou para ele sem olhar para trás.
"Me faça esse favor, okay? Eu não quero descobrir que alguém morreu por minha causa. Mantenha-se longe de mim até que os sujeitos que estiveram lá aquele dia esqueçam da sua cara. Aliás, o ideal seria que você me ignorasse. Fuja. Ninguém da escola vai estranhar se te ver me ignorando. É o que todo mundo faz, afinal de contas."
*tlec...**tlec...*

"Bom tudo bem se você quiser eu posso fazer isso Hideyoshi-senpai, e mais uma vez me desculpe por como falei com você antes, deve ter sentido como um desaforo"
"Tomara que ela não reclame disso, mas ignorar ela...não me parece certo, ao menos eu me sentiria mal se eu fosse ignorado por todo mundo. Acho que essa é uma regra que eu vou tentar quebrar, por mais que eu sinta que vou arranjar grandes problemas com isso... Mas, pensando bem a Hideyoshi-senpai é bem bonita. Quem sabe por debaixo de todo esse gelo eu não encontre alguma coisa "quente"... Ou só ache um monstro ainda mais duro que o que eu vejo. De qualquer forma será interessante... Semana que vem eu começo a minha pesquisa. Há algo de humano por debaixo dessa couraça de dragão de gelo da Hideyoshi-senpai, e é o que eu vou descobrir.


*tlec* Ela virou os calcanhares e se virou para trás um momento.
"...E treine essas suas cantadas direito antes de usá-las." ela balançou a cabeça "Francamente..."

Ela deu mais alguns pares de passos para a sombra do barranco que subia até a avenida. Apenas o ponto brilhante que era o celular que ela acabara de puxar do bolso outra vez indicando sua posição, alguns metros à frente. Ela parecia estar falando com alguém...

A tampa fechou com um estalido e qualquer rastro de sua presença ali foi engolido pelas sombras abandonando Trevor ali com cara de tonto, a ultima resposta o paralisara por segundos ao ver que ela reclamou de uma cantada, provou que ela sentia alguma coisa, ou que ao menos poderia sentir alguma coisa por alguém mas a frase lhe deixou indignado.
"Como é...cantada, EI, você não é a ultima bolacha do pacote não, essa dai ta mais estranha do que me falaram, vamos ver até onde isso vai, Hideyoshi Chouko (abre leve sorriso e põe os braços atrás da cabeça se apoiando) você vai ser bem interessante."
Ele da alguns passos em outra direção até outro fogo de artifício explodir e ele correr agora para onde deveria ter ido desde o começo, a parte inferior da ponte para observar o resto da festa, ele vai mas com a ideia fixa na mente e um sorrisinho malicioso no rosto provando que aquilo não terminaria ali.

/Trevor deixou o tópico/

Tópico Fechado.
avatar
Darkaos
Cabo
Cabo

1a Personagem Hazegawa Trevor - Link
Virgem Porco
Mensagens : 92
Pontos de Criação: : 11272
Reputação: : 1
Data de inscrição : 31/10/2012
Idade : 23
Localização : Brasil-MA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ao som dos fogos (dupla - apenas dois jogadores)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum